No Japão, os robôs aprenderão o comportamento "animal"

robôs animal
FOTO: "World 24" / Alan Katsiev,


Cientistas da Universidade de Tóquio, no Japão, tentaram ensinar os robôs a se comportarem da mesma maneira que os seres vivos. Eles decidiram obter reações espontâneas, comuns aos animais, mas incomuns para a inteligência artificial com um programa pré-programado, relata o The Independent.

Os cientistas usaram uma rede neural (um programa de computador que imita o cérebro) para forçar um robô a mudar autonomamente seu comportamento. Para começar, eles treinaram a rede neural em certas ações e reações a comandos.

Como parte da segunda fase do experimento, a inteligência artificial começará a mudar de uma ação para outra de acordo com os comandos. A terceira etapa é a criação de um sistema no qual a mudança de ações ocorrerá de forma caótica, sem uma ordem pré-determinada.

"O objetivo final é imitar de alguma forma o comportamento dos animais, e os animais têm espontaneidade", observaram os cientistas.

No momento, os experimentos são realizados apenas em um programa de computador. Mas, no futuro, essa pesquisa pode se tornar um passo em direção à criação de uma inteligência artificial que tem memória e pode se comunicar com o mundo através de seu próprio corpo.

Postagem Anterior Próxima Postagem