No Peru, descobriu a imagem de 37 metros de um gato com mais de 2 mil anos

Gato
FOTO: OFICINA DE COMUNICACIÓN E IMAGEN


No planalto de Nazca, no Peru, os arqueólogos descobriram um geoglifo de gato gigante. Atinge 37 metros de extensão, segundo o Ministério da Cultura do país.

Presume-se que a imagem data do final do período de Paracas (500-100 aC), como evidenciado pelas peculiaridades do estilo da figura. Assim, o geoglifo do gato se tornou o mais antigo entre outros desenhos que foram criados no período de 100 a 200 DC.

Devido à sua localização em uma colina íngreme e à erosão do solo, a figura pode desaparecer para sempre, mas foi notada com o tempo. Ao mesmo tempo, a imagem era quase invisível: a espessura das linhas com que era contornada era de 30 a 40 centímetros.

Observa-se que os geoglifos de Nazca estão incluídos na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1994. Basicamente, são imagens geométricas e zoomórficas feitas no solo. Eles foram criados removendo o cascalho do planalto - ele é seguido por uma camada mais clara sobre a qual é conveniente pintar.

Postagem Anterior Próxima Postagem