As primeiras coisas vivas na Terra podiam respirar arsênico

Planeta TerraFOTO: NASA

Cientistas americanos realizaram um estudo para entender o que os primeiros microrganismos da Terra respiravam. Eles existiram em condições muito desfavoráveis. Praticamente não havia oxigênio, mas ferro, silício, níquel e arsênico estavam presentes nos oceanos, relatou o Communications Earth and Environment.

Teorias de que os primeiros microrganismos poderiam usar ferro ou hidrogênio para a fotossíntese nunca foram comprovadas. Os autores do novo trabalho científico conduziram um experimento usando "análogos" modernos das formas de vida mais antigas. Eles concluíram que esteiras microbianas arsenotróficas de lagos no pântano de sal Salar de Atacama, no norte do Chile, poderiam desempenhar esse "papel".

As condições nesta área são aproximadamente semelhantes às da jovem Terra: um clima extremamente seco, oscilações bruscas de temperatura, aumento da radiação ultravioleta e água salgada, privada de oxigênio, mas saturada com substâncias tóxicas para os humanos.

Depois de observar os tapetes microbianos, os cientistas chegaram à conclusão de que eles sustentam suas funções vitais graças ao arsênico. Pode-se concluir que seus "ancestrais" mais antigos agiram de maneira semelhante.

Postagem Anterior Próxima Postagem