O sinistro Planeta Nibiru é na verdade um buraco negro?

Um Planeta ou um minúsculo buraco negro: o que há nos arredores do sistema solar?


O hipotético Planeta número nove é um tema quente de discussão nos círculos científicos e pseudo-científicos. Teóricos da conspiração afirmam que este objeto espacial é o próprio Planeta Nibiru, no qual os sinistros Anunnaki vivem, sonhando em destruir a Terra. Cientistas sérios estão interessados ​​no Nono Planeta como uma possível explicação para as estranhas órbitas de objetos transneptunianos isolados (TNOs) - pequenos corpos cósmicos que "ficam pendurados" nos arredores do sistema solar.

Mas os astrofísicos Konstantin Batygin e Michael Brown propuseram uma versão nova e muito mais exótica da explicação das órbitas TNO: elas são tão estranhas por causa do buraco negro. E não um buraco comum, mas primordial, que é o resquício de uma formação superdensa que existia nos primeiros estágios da vida do Universo, antes mesmo de sua expansão catastrófica. Embora a existência de tais objetos não tenha sido confirmada de forma alguma, esta hipótese não é pior do que a suposição do Planeta Nibiru - ninguém o viu através de um telescópio.

Nibiru

Como Brown e Batygin escreveram em seu artigo, esse buraco negro pode ser bem pequeno: mais ou menos do tamanho de uma bola de boliche e cerca de 10 massas terrestres. Os cientistas confirmam seus cálculos com os dados de observações das órbitas de seis objetos transnetunianos. Além disso, tal objeto também pode explicar a curvatura dos raios de luz ao passar por esta região da galáxia.
Postagem Anterior Próxima Postagem