Cientistas italianos recriaram o rosto de Rafael, revelando o segredo de seu túmulo

Pintor Rafael Sanzio

Os críticos de arte italianos recriaram o rosto do famoso artista, mestre da pintura e da arquitetura, Rafael Sanzio, tendo desvendado o segredo de seu túmulo, informa a AFP.

Rafael morreu em 1520 quando tinha 37 anos. Presumiu-se que ele morreu de sífilis. No século 19, o corpo do artista foi exumado e feito um molde de gesso do crânio. Os especialistas não tinham certeza de que os restos mortais da tumba pertenciam especificamente a Rafael, já que os esqueletos de seus alunos também estavam lá.

Como resultado das pesquisas mais recentes, os cientistas descobriram que a pneumonia foi a verdadeira causa da morte de Rafael. Além disso, especialistas confirmaram a autenticidade dos restos mortais do artista e criaram uma reconstrução tridimensional de sua cabeça.

“Sabemos que Rafael costumava se pintar mais jovem do que era, e esse modelo nos permite vê-lo como ele realmente era”, disse o especialista em biologia molecular Mattia Falconi.

Os cientistas conseguiram restaurar 80% do rosto de Rafael - tudo, exceto suas orelhas. No entanto, o artista usava cabelo comprido, por isso a falha dos especialistas foi escondida. No futuro, os cientistas sonham em conhecer a cor real dos olhos e dos cabelos do mestre italiano.

Postagem Anterior Próxima Postagem