Enorme ponte de rádio descoberta entre galáxias antigas

 

galáxias antigas

Astrônomos examinando um aglomerado de galáxias a três bilhões de anos-luz da Terra descobriram um fenômeno incomum. As duas galáxias foram conectadas por uma ponte de rádio de baixa frequência de 6,5 milhões de anos-luz, de acordo com os Avisos Mensais da Royal Astronomical Society.

O aglomerado foi denominado Abell 1758. A observação mostrou que em breve dois pares massivos de galáxias colidiriam ali - no norte e no sul. O primeiro par já se aproximou (isso aconteceu 300-400 milhões de anos atrás), depois se afastou novamente. Os cientistas esperam que eles se reconectem após um certo período de tempo.

O par no sul apenas começou a se mover em direção a eles. Uma ponte de rádio surgiu entre eles. Foi gravado pelo rádio telescópio LOFAR na frequência de 53 MHz.

Os cientistas concluíram que a ponte indica a presença de um enorme campo magnético entre as galáxias. Os elétrons ao longo dele são acelerados a velocidades relativísticas (próximas à velocidade da luz) e criam radiação, que é "capturada" pelo equipamento terrestre. No entanto, os elétrons também podem ser acelerados por turbulência e ondas de choque astrofísicas.

“Até o momento, apenas duas pontes gigantes de rádio intra-cluster são conhecidas. Essas são algumas das estruturas mais gigantescas do Universo ”, observam os autores do trabalho científico.


Postagem Anterior Próxima Postagem